Discurso maravilhoso do Álex da Iglesia nos Goya 2011

A comunidade Online Espanhola anda a ferro e fogo com a Ministra da Cultura González Sinde. A razão deste conflito tem a ver com uma lei que a ministra quer fazer aprovar no parlamento Espanhol, de modo a que o governo tenha poderes absolutos para poder fechar um site, sem ter de passar por um tribunal. Ora os nossos vizinhos não estão de acordo com a Ministra, e muito bem, porque não faz sentido encerrar um site sem a ordem de um juiz.

A Ministra defende que com esta lei irá combater a pirataria online, fechando rapidamente determinados sites e comunidades de partilha de ficheiros. Aparentemente esta pode ser uma razão válida, mas os meios para atingirem o seu fim é que não são, e o resultado nunca será o esperado. É um mal precedente o governo, retirar decisões dos tribunais para o seu domínio. Esta lei abre um precedente grave contra a liberdade de expressão. Por outro lado esta lei não resolve absolutamente nada, porque podem fechar um site, mas logo se irão abrir mais 10 ou 20. A indústria ainda não aprendeu que o velho negócio de venda de CD’s ou de DVD’s já não existe. Acabou. Primeiro têm de aceitar este facto, seguidamente devem olhar para a Internet como o seu maior aliado Global, e tentar novas formas de divulgação e de “vender” a sua cultura, através de sistemas de venda inovadores e novos modelos de negócio.

Há alguns meses que um grupo de pessoas influentes online, que vão desde empresários , professores universitários, bloggers e outros, que lutaram para que esta lei não seja aprovada, reuniram-se com o Álex de la Iglésia em Madrid. Álex de la Iglésia é um famoso realizador Espanhol e presidente da Academia de las Artes y las Ciencias Cinematográficas de España, que inicialmente concordava com a Ministra, no entanto teve a  sapiência de organizar um encontro bilateral entre ele e um grupo representativo de pessoas que não concordavam com esta lei. Nessa reunião foi-lhe provado e demonstrado que esta lei era uma grande falácia, e sobretudo um precedente perigoso no toca à liberdade de expressão. O Álex que é um homem inteligente e com visão, rapidamente percebeu que estava errado e o que aquele grupo contestava, fazia todo o sentido do mundo. Como sinal de protesto o realizador demitiu-se das funções de Presidente da Academia.

Este Domingo realizou-se o evento Prémio Goya, organizado pela academia,  e que visa premiar o que melhor se faz de cinema em Espanha. O Álex de la Iglesia leu o seu último discurso como Presidente a Academia e apresentou o seu desagrado contra esta lei e anui que a Internet teria de ser o grande aliado do cinema.

Estamos numa fase de mudança, muito do que era verdade há cinco anos hoje já não o é, e muitos dos negócios que prosperavam e facturavam milhões estão condenados ao desaparecimento. O seu modelo de negócio está obsoleto e já não funciona. A música, cinema e os jornais são o grande exemplo desta mudança de paradigma. Poucos mortais vão alugar filmes ao VídeoClub ou comprar um álbum de música por uma fortuna. e que por vezes só estão interessados numa ou duas músicas.

Apenas aqueles que entenderem e se adaptarem a esta mudança de paradigma poderão sobreviver neste mercado!

Be Sociable, Share!

About The Author

Paulo

Other posts by

Author his web site

14

02 2011

Your Comment